logo GreenCalc.jpg

Esta aplicação foi desenvolvida no âmbito do projeto de investigação GENESIS PTDC/GESURB/29444/2017 financiado por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Ele determina os benefícios e custos da aplicação de um telhado ou parede verde em seu edifício em comparação com um revestimento convencional de telhado / parede.

COBERTURAS VERDES

Extensivas

As coberturas verdes extensivas  são soluções leves com espessura de substrato reduzida e  vegetação leve como gramíneas e suculentas.

icon01cob extensiva.jpg
Cob extensiva Douro Scala.jpg

Tecnologia

As coberturas verdes extensivas são soluções multicamada, projetadas para cobrir parcial ou totalmente a cobertura de edifícios.  Este sistema inclui vegetação leve (ex: suculentas, herbáceas), 8 a 15 cm de substrato, camada filtrante, camada de drenagem, barreira anti-raízes e membrana impermeabilizante. Os sistemas extensivos são acessíveis apenas para fins de manutenção. Embora, possam ter ligeiras inclinações. Para mais informações sobre sua aplicação, consulte as recomendações técnicas da ANCV ou FLL para coberturas verdes.

Notas

Com um peso de 80 a 180 kg/m2, aproximadamente, este sistema pode necessitar de um reforço da estrutura do edifício. O sistema requer pouca manutenção e suporta curtos períodos de seca. Deve preveligiar-se a seleção de vegetação nativa da região climática onde será instalada a cobertura. No entanto, dependendo da vegetação selecionada, poderá ser necessário instalar um sistema de rega automática.

Principais Benefícios

As coberturas verdes extensivas podem ser combinadas com painéis fotovoltaicos, permitindo melhorar sua eficiência. Para além disso permitem prolongar a vida útil da cobertura e, dependendo das suas características, podem também contribuir para melhorar o conforto térmico dos edifícios e reduzir a transmissão de ruído.

Custos

A maioria dos custos estão associados ao processo de instalação da cobertura verde extensiva (aproximadamente 50 - 70 € / m2).  O custo de instalação é influenciado pelo tipo de substrato e vegetação escolhidos. E, dependendo da localização, este custo pode ser acrescido pelo uso de meios mecânicos de transporte até à cobertura (ex: grua).

Semi-intensivas

As coberturas verdes semi-intensivas são soluções intermédias com uma espessura maior do que as coberturas verdes extensivas, permitindo incluir  vegetação pequena e média como gramíneas, suculentas e arbustos.

icon02cob semi intensiva.jpg
DSC03780 (2).JPG

Tecnologia

As coberturas verdes semi-intensivas são soluções multicamada projetadas para cobrir parcial ou totalmente a cobertura de edifícios.  Este sistema inclui vegetação de médio porte, permitindo a integração de herbáceas, subarbustos e arbustos, e contém 15 a 25 cm de substrato, camada filtrante, camada drenante, barreira anti-raízes e membrana impermeabilizante. Para mais informações sobre a sua aplicação, consulte as recomendações técnicas da ANCV ou FLL para coberturas verdes.

Notas

Este sistema permite a aplicação de uma maior variedade de vegetação do que as coberturas verdes extensivas, por isso requer uma manutenção moderada. Com um peso de 150 a 350 kg/m2, aproximadamente, este sistema permite o acesso pedonal e pode necessitar de um reforço da estrutura do edifício. Deve preveligiar-se a seleção de vegetação nativa da região climática onde será instalada a cobertura. No entanto, dependendo da vegetação selecionada, poderá ser necessário instalar um sistema de rega automática.

Principais Benefícios

As coberturas verdes semi-intensivas permitem prolongar a vida útil da cobertura. Dependendo de suas características, também podem contribuir para melhorar o conforto térmico das edificações e reduzir a transmissão de ruído. Para além disso, devido à espessura do substrato, possuem a capacidade de reter mais água da chuva do que as coberturas verdes extensivas.

Custos

A maioria dos custos estão associados ao processo de instalação da cobertura verde semi-intensiva (aproximadamente 60 - 90 € / m2).  O custo de instalação é influenciado pelo tipo de substrato e vegetação escolhidos. E, dependendo da localização, este custo pode ser acrescido pelo uso de meios mecânicos de transporte até à cobertura (ex: grua).

Intensivas

As coberturas verdes intensivas são  soluções mais pesadas e com maior espessura de substrato do que outras coberturas verdes, permitindo incluir  vegetação pequena, média e alta como gramíneas, suculentas, arbustos e pequenas árvores.

icon03cob intensiva.jpg
3 Cob intensiva.JPG

Tecnologia

As coberturas verdes intensivas são soluções multicamada projetadas para cobrir parcial ou totalmente a cobertura de edifícios.  Este sistema inclui vegetação de médio e grande porte, permitindo a instalação de herbáceas, arbustivas e árvores de pequeno porte, e contém uma espessura superior a 25 cm de substrato, camada filtrante, camada drenante, barreira anti-raízes e membrana impermeabilizante. Para mais informações sobre sua aplicação, consulte as recomendações técnicas da ANCV ou FLL para coberturas verdes.

Notas

Este sistema costuma ser projetado para fins recreativos e permite a aplicação de uma ampla variedade de plantas, à semelhança das plantações em solo natural. Tal pode interferir nas características de espessura, proteção e drenagem do substrato. Esta solução permite o acesso pedonal e requer reforço da estrutura do edifício, para além de necessitar de manutenção frequente. Deve preveligiar-se a seleção de vegetação nativa da região climática onde será instalada a cobertura. No entanto, dependendo da vegetação selecionada, poderá ser necessário instalar um sistema de rega automática.

Principais Benefícios

As coberturas verdes intensivas têm um substrato mais profundo, em comparação com outras soluções de coberturas verdes, o que proporciona um maior potencial de isolamento térmico e acústico e capacidade de retenção de água da chuva. Para além disso permitirem a instalação de uma maior variedade de plantas, fomentando a biodiversidade.

A maioria dos custos estão associados aos processos de instalação (mais de 100 €/m2) e de manutenção da cobertura verde intensiva.  O custo de instalação é influenciado pelo tipo de substrato e vegetação escolhidos. Este custo pode ser acrescido pelo uso de meios mecânicos de transporte até à cobertura (ex: grua).. As necessidades de irrigação e manutenção da vegetação são significativamente superiores às demais soluções de coberturas verdes.

Custos

PAREDES VERDES

Fachadas verdes

As fachadas verdes são soluções simples baseadas na aplicação de plantas trepadeiras, incluindo ou não uma estrutura de suporte.

icon04parede verde.jpg
IMG_20211103_135347.jpg

Tecnologia

As fachadas verdes são formadas por plantas trepadeiras que se sustentam através de suas raízes aéreas, gavinhas de folhas e ventosas. Este sistema pode crescer diretamente contra a parede (sistema direto) ou possuir um conjunto de cabos, malha ou latada para suportar o peso da vegetação (sistema indireto). Além disso, as plantas podem crescer a partir do solo ou ter canteiros preenchidos com substrato que são fixos à fachada e as plantas trepadeiras são colocadas para crescer ao longo de certas áreas da parede. Para mais informações sobre sua aplicação, consulte os sites da ANCV ou EFB .

Notas

As fachadas verdes possuem uma seleção de plantas limitada e apresentam um crescimento desigual. Os sistemas diretos não incluem uma estrutura de suporte, porém a vegetação fixa-se diretamente na parede, podendo danificá-la.

Principais Benefícios

As fachadas verdes, quando totalmente desenvolvidas, permitem sombrear as paredes, reduzindo os ganhos de calor no verão.  Além disso, dependendo da espessura da vegetação, podem também funcionar como uma barreira de ruído.

Custos

Os sistemas diretos são mais económicos de instalar do que os indiretos, pois não incluem uma estrutura de suporte. O custo de manutenção é baixo comparando com as demais soluções, exigindo o eventual direcionamento da vegetação. No entanto, tal depende dos tipos de vegetação utilizados e das condições locais de acesso. Além disso, quando a vegetação é aplicada no solo, geralmente não se instala um sistema de irrigação.

Paredes vivas

As paredes vivas são soluções modulares ou contínuas que permitem cobrir de imediato toda a superfície da parede com  vegetação, permitindo o uso de uma maior variedade de plantas do que as fachadas verdes.

icon05parede viva.jpg
Pacha the driver_Londres_Set2011.JPG

Descrição

As paredes vivas são projetadas para cobrir parcialmente ou totalmente as paredes da construção com vegetação. Essas soluções possuem uma estrutura de suporte fixa na parede. Os sistemas contínuos possuem um painel de suporte rígido, um tecido geotêxtil resistente às raizes e um feltro permeável (sistema hidropónico) com bolsas individuais preenchidas com meio de crescimento inerte para a vegetação. Os sistemas modulares incluem módulos preenchidos com meio de crescimento, fixos na estrutura de suporte, onde as plantas são inseridas. A irrigação é criada em linhas espaçadas em altura. A drenagem é feita ao longo da superfície, evitando que as raízes se encharquem. Na base da parede é inserida uma calha para reter e drenar o excesso de água.

Notas

As paredes vivas permitem a aplicação de uma maior diversidade de vegetação do que as fachadas verdes. Para além disso, permitem uma cobertura imediata e crescimento uniforme da vegetação. As paredes vivas contínuas são geralmente mais leves (com menos de 30Kg/m2) do que os sistemas modulares, permitindo a sua aplicação em edifícios novos e existentes.

Principais Benefícios

As paredes vivas maximizam alguns benefícios em relação às fachadas verdes, promovendo a biodiversidade e atribuindo maior valor estético ao edifício. Os sistemas contínuos contribuem também para melhorar as propriedades acústicas das paredes. Já os sistemas modulares ajudam a melhorar as características térmicas e acústicas das paredes.

Custos

As paredes vivas são mais dispendiosas do que as fachadas verdes por incluirem mais materiais na sua composição. Para além disso, possuem uama manutenção mais dispendiosa,  requerendo a poda, substituição de plantas e irrigação frequentes (especialmente sistemas hidropónicos).